Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Terça-feira, 4 de Abril de 2006
Sic transit gloria mundi

“Estás demitido, obviamente demitido

tu nunca roubaste um beijo

e fazes pouco das emoções

és o espantalho dos amantes.

Estás demitido, obviamente demitido

evitas a competência

não reconheces o mérito

és um pilar da cepa torta

 

E assim vamos vivendo

na província dos obséquios

cedendo e pactuando enquanto der

filósofos sem arte, afugentamos o desejo

temos preguiça de viver 

 

Estás demitido, obviamente demitido

subornas os próprios filhos

trocaste o tempo por máquinas

tu és um pai desnaturado.

Estás demitido, obviamente demitido

arrasas a obra alheia

às vezes usas pseudónimo

tu és um crítico de merda 

 

E assim vamos vivendo...

 

Estás demitido, obviamente demitido

encostas-te às convergências

nunca investiste num ideal

tu sempre foste um demitido

tu foste sempre um demitido

já nasceste demitido!”

 

Jorge Palma – “Os demitidos”, in “Norte”



publicado por antmarte às 10:25
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Nuno Guronsan a 4 de Abril de 2006 às 19:56
Grandes palavras, do nosso próprio bardo urbano...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Fora de órbita

Pensar o mundo ou transfo...

Não só uns chutos na bola

Da (falta de) educação

“Destak”

“Ou há justiça ou comem t...

Do Mundial ou 2ª época de...

Um livro, um amigo

Rectificação

Dia Mundial da Criança

arquivos

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds