Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Segunda-feira, 25 de Julho de 2005
A viagem continua...
Se existem ou não “homenzinhos” de Marte pouco importa para aqui. Dir-se-á que não podemos fazer antropologia num planeta desabitado. Pois, mas no nosso, habitado por tanta gente de culturas tão diversas, não é também muito provável que algum dia a façamos...

‘Antropólogos’ pelo entusiasmo dos quatro anos do nosso curso (amadores, no sentido de “aqueles que amam”), ‘de Marte’ porque alguma dose de “exotismo”, diferença e excentricidade é talvez necessária ao empreendimento de uma aventura como essa, o fim do percurso não é necessariamente o fim da viagem.

Observadores curiosos e atentos, sabemos que em qualquer tempo e lugar se podem encontrar motivos para uma reflexão, uma troca de ideias ou um dedo de conversa. Quando o sol se põe num lugar do mundo é um novo dia num qualquer outro. Ou é também o momento ideal para uma cerveja e uma conversa amiga. Na hora do ocaso do nosso curso a viagem pode sempre continuar, enquanto pelo menos dois colegas quiserem encontrar-se para uma cerveja ou trocar umas palavras nas voláteis ondas da net.

(Zé Paulo)


publicado por antmarte às 12:40
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Fora de órbita

Pensar o mundo ou transfo...

Não só uns chutos na bola

Da (falta de) educação

“Destak”

“Ou há justiça ou comem t...

Do Mundial ou 2ª época de...

Um livro, um amigo

Rectificação

Dia Mundial da Criança

arquivos

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds