Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2005
Desempate nos "penalties"
No fim de um desafio de quatro anos, e após todos os prolongamentos possíveis, há agora 17 inscrições para o “desempate nos penalties” da época especial de finalistas, a decorrer nos próximos dias.
Contas feitas com as acumulações (em que me incluo com Antropologia do Simbólico e Ciência Política), devemos ser mais ou menos uma dúzia a contas com mais este (último) desafio.
Camaradas e amigos, nada de pressões, angústias ou desesperos. Pensem pela inversa, como são infelizes os colegas que já terminaram o curso, coitados, sem nada para fazer e com as suas vidas tão vazias, sem terem que estudar... (?!)
Ou encarem de frente este desafio como apenas mais um, efectivamente o último destas nossas andanças pelo ISCTE, pois que decerto todos vamos superá-lo com sucesso, como sempre!
Aqui deixo hoje a minha solidariedade de “estudante até à última” e votos da maior força para todos os que me acompanham nesta etapa.
Logo a seguir novos desafios surgirão, para todos (os que já andam “de papo para o ar” também, ou pensam que é só “boa vida”?), como os moinhos que sempre se deparam ao Quixote, ou a pedra que eternamente escapa ao Sísifo... (Zé Paulo)


publicado por antmarte às 15:50
link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Anónimo a 31 de Agosto de 2005 às 14:06
Força colegas voçês conseguem esfolar o "rabinho" que falta... "partam uma perna" ou "vão à m****" como se diz na gíria académica, ou é no mundo artístico( ?!), também isso já nao interessa nada, agora é preciso que se consiga acabar com isto, "se ajoelhou, tem máis é que rezar" eheheeh.Isabel Verissimo
</a>
(mailto:isabelverissimo@megamail.pt)


De Anónimo a 30 de Agosto de 2005 às 11:43
Pois, o pior é que alguns não fizeram ainda Métodos Quantitativos - é precisamente o exame que se propõem fazer agora!
Mas eles conseguem, estamos certos. Especial força então ao Delegado, à Graça e à Paula (suponho que os 3 inscritos), a braços com a cadeira que mais desafiou o nosso "etnocentrismo"!Zé Paulo
</a>
(mailto:ilus@clix.pt)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2005 às 17:38
Só para deixar um abraço de encorajamento ao pessoal que está a contas com esses exames!
Quem fez métodos quantitativos faz qualquer coisa.
Um abraço.Jorge Castro
</a>
(mailto:ph3.central@netcabo.pt)


Comentar post