Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Sábado, 26 de Novembro de 2005
A Economia do Natal
“E eu pergunto aos economistas políticos, aos moralistas, se já calcularam o número de indivíduos que é forçoso condenar a miséria, ao trabalho desproporcionado, à desmoralização, à infâmia, à ignorância crapulosa, à desgraça invencível, à penúria absoluta, para produzir um rico?”

Almeida Garrett, in 'Viagens na minha Terra'


publicado por antmarte às 22:07
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 28 de Novembro de 2005 às 14:02
Há 150 anos como hoje, os dois pratos da balança da economia...Zé Paulo
</a>
(mailto:ilus@clix.pt)


De Anónimo a 26 de Novembro de 2005 às 22:10
Sim, fui eu "peles", tás a ver como posso 'escrever' coisas pequeninas, o que tu tens é INVEJA, vais ficar verde Sr Jorge, que maroto. Muita Força, Vale a Pena Lutar ColegasIsabel Guimarães
</a>
(mailto:isabelgradil@yahoo.com)


Comentar post