Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005
Fugas, ou sobrevivência de um suburbano
ec_02.jpg

Lá em cima encontraram-se o de Sintra, o da margem sul e o de Vila Franca. “É certinho, confusão da grande”.
A gare não chega para a multidão apinhada à espera do metro.
“Aumento da linha, aumento de clientes, mas poucas mexidas na circulação, só aumento dos preços (25% em 2004!) e uma gestão crucificada pelas auditorias, com cúmulos como o do sistema de controlo do acesso às gares…”
Suburbano detém-se. Hoje não está com espírito reivindicativo. Deve ser a aproximação da época natalícia e o seu apelo à pacificação.
Recua do amontoado de gente, prefere esperar pelo próximo. Procura fugir aos empurrões animalescos e aos rostos a que foi retirada a expressão, quase inumanos.
O metro passou. Agora suburbano vagueia por uma gare quase vazia. Alheia-se do ruído irritante do novo hit da rainha do pop, que os ecrãs da estação insistem em repetir, e observa nas paredes o trabalho de Bartolomeu Cid dos Santos sobre a “Ode Marítima”, de Álvaro de Campos. Os versos desprendem-no do real, abrem no horizonte um céu novo e limpo. “Uma gaivota que passa e a minha ternura é maior”...
Com a chegada de novo comboio esvai-se a paz. Suburbano procura resistir, imaginando na linha do metro um rio e pensando que “todo o vapor ao longe é um barco de vela perto”...
Desperta envolvido num mar de gente. Afinal também ele tem de ir para o trabalho.
Ainda enfeitiçado, suburbano julga entrever Camões na outra margem, mas é empurrado para dentro do metro antes de lhe poder acenar. À tarde a pressa do regresso impedi-lo-á de compreender que Cid dos Santos fizera uma composição sobre “Os Lusíadas” na gare poente. (Zé Paulo)


publicado por antmarte às 17:25
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Fora de órbita

Pensar o mundo ou transfo...

Não só uns chutos na bola

Da (falta de) educação

“Destak”

“Ou há justiça ou comem t...

Do Mundial ou 2ª época de...

Um livro, um amigo

Rectificação

Dia Mundial da Criança

arquivos

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds