Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Sexta-feira, 31 de Março de 2006
De fonte segura

   Segundo informação dos cartazes publicitários da Super Bock, a situação do país mudou, desde o tempo em que era primeiro-ministro o senhor que agora partiu para o “exílio político” em Bruxelas. Com efeito, ao contrário do que então se anunciava, Portugal hoje já não está “de tanga” (com a pouca vergonha do governo actual, já devia estar era despido de todo...)... agora é-nos dito que “o país está de Tango”!

   Bom... e o apelo a experimentar a novidade vem mesmo a calhar, nesta altura em que os dias crescem e o primeiro calor primaveril pede algo de fresquinho. Da malta das cervejas nos intervalos, alguém quer alinhar? (Zé Paulo)



publicado por antmarte às 17:05
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 30 de Março de 2006
Agora e SEMPRE
José Régio
 
«Vem por aqui» - dizem-me alguns com olhos doces,
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom se eu os ouvisse
Quando me dizem: «vem por aqui»!
Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos meus olhos, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidade!
Não acompanhar ninguém.
Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre a minha mãe.
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde,
Por que me repetis: «vem por aqui»?
Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.
Como, pois, sereis vós
Que me dareis machados, ferramentas, e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...
Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátrias, tendes tectos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios.
Eu tenho a minha Loucura!
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que me guiam, mais ninguém.
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.
Ah, que ninguém me dê piedosas intenções!
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: «vem por aqui»!
A minha vida é um vendaval que se soltou.
É uma onda que se alevantou.
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou,
Sei que não vou por aí."


publicado por antmarte às 10:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Não vou por aí

Do RESISTIR:

"Já há cerca de 17 mil mutilados estadunidenses da guerra do Iraque. No entanto, os media corporativos não os mostram. Nos EUA, ou em Portugal, é como se não existissem. Os media pasteurizados da classe dominante esmeram-se na arte da desinformação e do encobrimento da realidade. As imagens destes pobres mutilados, recrutados entre as classes sociais baixas dos EUA, são chocantes. Elas mostram o custo humano da guerra bárbara que o imperialismo desencadeou no Iraque. Mas, ao serem vistas, não se deverá esquecer que as principais vítimas destes três anos de guerra estão entre o heróico povo iraquiano e não na tropa agressora. As imagens estão em:
http://www.voltairenet.org/article136827.html (impróprio para pessoas sensíveis). "



publicado por antmarte às 10:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 29 de Março de 2006
Sob um outro ponto de vista

            (Porque a antropologia deve atender a todas as perspectivas...)

 

   Informam-se todos os Lunáticos que hoje decorrerá um eclipse da Terra. Fenómeno astronómico de inegável interesse científico, cultural e estético, ele ocorre quando na sua órbita o nosso astro, a Lua, se interpõe entre o Sol e a Terra. A sombra que deste alinhamento dos astros então se projecta escurece o planeta azul, eclipsando-o por alguns momentos.

   Não percam este formidável fenómeno de uma beleza ímpar.

   Próximos eclipses da Terra prevêem-se para quando ocorrer de novo um semelhante alinhamento dos três astros, ou quando os terráqueos decidirem definitivamente dar cabo do seu belo planeta, verificando-se então um eclipse total e permanente... (Zé Paulo, digo, Lunático de visita aqui a Marte)

 



publicado por antmarte às 09:38
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 28 de Março de 2006
Outra comemoração

         (Se o caderninho do Delegado não tiver incorrecções...)

 

   Assinale-se hoje outra comemoração, com os...

   ...PARABÉNS ao JOÃO RIBEIRO!!!

   Um Muito Feliz Aniversário e Felicidades é o que te deseja este teu camarada e amigo (e todos, suponho)!

   Quando no início do mês redigi aqui uma breve agenda alternativa a um calendário de “datas relevantes” proposto pelo Ferraz, elenquei também uma lista dos aniversários que sabia ocorrerem em Março. Propositadamente omiti um deles, porque, julgando tratar-se de um frequentador habitual (?) aqui do nosso espaço, quis guardar as felicitações para serem dadas “pessoalmente”, no próprio dia. Assim, mesmo que não tão próximos como nos tempos das aulas (lá haveria outro pretexto para mais um copo, num intervalo...), talvez também nunca estejamos tão distantes que nos não lembremos da malta. Vai aparecendo e dando notícias. (Zé Paulo)

 



publicado por antmarte às 14:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Todos os dias são de comemoração

   Dos acasos das disponibilidades ou da falta delas, da imaginação ou da sua ausência, se vão fazendo (ou não) os artigos deste espaço. A ideia de aproveitar os dias comemorativos disto ou daquilo para se escrever algo, como já aconteceu atrás, pode não ser original, mas sempre permite aparecer, no pouco tempo que se tem, e tentar dar uma ponta de originalidade (?) àquilo que se quer dizer.

   Ora, sexta-feira foi o dia do estudante e logo quando se impunha comemorar (mas quem é que ainda é estudante aqui?!...), não houve tempo, “engenho”, nem “arte” para tanto.

   Ontem foi o dia do teatro e mil e uma ideias poderiam ter despontado para se celebrar a data. Mas na linha do que lemos em Goffman, Peter Burke ou Balandier (este na perspectiva do poder), como não aproveitar para felicitar também todos os actores que há em nós mesmos e desejar que desempenhemos bem todos os papéis que nos cabem nesse grande palco que é o mundo e a vida? E como Nietzsche, lembremo-nos que talvez a vida e o mundo só tenham sentido enquanto fenómenos estéticos...(Zé Paulo, ou um qualquer Didi, ou Gogo, talvez não apenas no dia do teatro...)

 



publicado por antmarte às 11:26
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 22 de Março de 2006
“Gota de água”, no Dia Mundial da Água

   Aproveitemos as efemérides do calendário para irmos pensando nas questões importantes que assinalam. E dêmos a palavra a quem melhor sabe da preciosidade deste bem, a que alguns já chamaram o “ouro do Século XXI”. (Zé Paulo)

 

“Fui à fonte beber água

achei um raminho verde

quem o perdeu tinha amores

(quem o perdeu tinha amores)

quem o achou tinha sede

 

Dá-me uma gotinha de água

dessa que eu oiço correr

entre pedras e pedrinhas

(entre pedras e pedrinhas)

alguma gota há-de haver

 

Alguma gota há-de haver

quero molhar a garganta

quero cantar como a rola

(quero cantar como a rola)

como a rola ninguém canta

 

A água da fonte corre

limpa clara fresca e pura

assim correm os meus olhos

(assim correm os meus olhos)

para a tua formosura”

Cantadores de Aldeia Nova de S. Bento com

Ronda dos Quatro Caminhos, em “Terra de Abrigo”



publicado por antmarte às 12:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 21 de Março de 2006
Árvores e versos

(“Liberdade”, Vieira da Silva)

   No dia mundial das florestas e da poesia, para que não esqueçamos que precisamos de umas e de outra como do ar que nos rodeia, que ambas purificam e tornam mais respirável... (Zé Paulo)



publicado por antmarte às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Sexta-feira, 17 de Março de 2006
Apetece-me gritar

Depois dos novos bombardeamentos no Iraque.....

 

"E cada piloto d'elite com bombas & napalm debaixo das asas

E cada piloto do céu abençoando os bombardeiros na descolagem

E cada Departamento do Estado de qualquer super estado

vendendo armas aos dois campos

 

E a todos que matam e matam e matam & matam pela Paz

ergo o dedo do meio

na única saudação que merecem"

 

Lawrence Ferlinghetti, in A Boca da Verdade

bonecarussa



publicado por antmarte às 18:51
link do post | comentar | favorito
|

O novo sitio

Andei aqui às voltas mas consegui, não parece o nosso "sitio", que estranho, mas é giro. Ando aqui a fazer experiências....vamos a ver.

SAUDADE:


Ah, todo o cais é uma saudade de pedra!
E quando o navio larga do cais
E se repara de repente que se abriu um espaço
Entre o cais e o navio,
Vem-me, não sei porquê, uma angústia recente,
Uma névoa de sentimentos de tristeza
Que brilha ao sol das minhas angústias relvadas
Como a primeira janela onde a madrugada bate,
E me envolve como uma recordação duma outra pessôa
Que fôsse misteriosamente minha.
Álvaro de Campos (Ode Marítima)

bonecarussa

 



publicado por antmarte às 16:36
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Julho 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
21
22

23
24
26
27
28
29

30
31


posts recentes

Fora de órbita

Pensar o mundo ou transfo...

Não só uns chutos na bola

Da (falta de) educação

“Destak”

“Ou há justiça ou comem t...

Do Mundial ou 2ª época de...

Um livro, um amigo

Rectificação

Dia Mundial da Criança

arquivos

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds