Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2006
Mais uma “fresquinha”...
É sempre de aproveitar quando a actualidade nos dá bons pretextos para uma palavrinha, ainda que se corra o risco de andarmos todos a falar do mesmo (vide os blogs amigos “Suburbano” e “Espaço Cinzento”, por exemplo). Mas porque não “pegar” na coisa aqui pela nossa óptica mais particular e “por falar em antropologia”...

Ora então aí temos uma das conquistas da civilização ocidental em confronto com a cosmovisão islâmica! Choque de civilizações? Liberdade de expressão contra fundamentalismo?

Pois é, os problemas que se levantam (também) à perspectiva antropológica por causa destas situações, no fundo episódios renovados de uma história já antiga, senão de sempre.

Relativismo cultural? Auto-referencialidade? Impossível conciliação das visões? Relativismo ou universais (isto lembra-me o título de alguma coisa...)? E como pode o antropólogo mover-se neste limbo? O que não teríamos aqui para discutir (e que jeito dava aqui o Filipe Verde, para mim sempre tão lúcido e claro, embora nem todos concordem)...

Bom, mas já agora não nos esqueçamos que em tempos também o António do “Expresso” esteve para arder na fogueira “só” porque pôs um preservativo no nariz do bom e santo papa João Paulo II. E nunca duvidemos , nem por um minuto, que também pelo oriente (essa entidade mítica) haja muito boa gente aberta, tolerante e que se distancia desta mania de declarar fatwa’s a torto e a direito. Acontece é que o famoso choque de civilizações, o sensacionalismo e algum ruído têm muito mais eco do que uma atitude reflectida e fundada.

É difícil, eu sei, mas quiçá não haja por aí algum “universal” humano que possamos aspirar alcançar? Entretanto, temos também naturalmente que compreender estes episódios como algo de “humano, demasiado humano”... (Zé Paulo)


publicado por antmarte às 17:12
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 5 de Fevereiro de 2006 às 14:37
... granda maluco!!!
Mais um pouco e ainda me dizes que começas-te a fumar! :-)

Um abraço
Miguelmiguelinho
</a>
(mailto:miguelgmacedo@netcabo.pt)


De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2006 às 17:36
Bom, eu faço a festa, envio os convites, mando os foguetes, apanho as canas... mas, elá! Já repararam que introduzi uns "links" no próprio texto?! Que progresso! (é favor os senhores "desenvolvidos inform´ticos" não gozarem, ok?!)Zé Paulo
</a>
(mailto:ilus@clix.pt)


Comentar post