Ponto de encontro da turma da noite de antropologia, do ISCTE, 2001-2005
Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2006
1 - As Gajas que Queriam Casar - Capitulo. I de X Capítulos
Os textos que se seguem à cadência de um por dia, não têm a pretensão de ser um opúsculo sobre as civilizações, crenças ou religiões, tão pouco, um trabalho sobre história antiga. É, tão-somente o enquadramento civilizacional de, Pele de Leopardo, à volta de algumas questões do nosso tempo. De ontem e de hoje. Nem pretensiosamente sérios nem excessivamente frívolos, apenas procuro centralizar a discussão no espaço cultural e civilizacional mais correcto, sem desvios histórico-culturais, e, sem fundamentalismos delirantes muito em voga. Ou, a posição a uma certa marginalidade fútil e exibicionista que busca a emergência social, procurando por falácias ardilosas e pleitos fracturantes, apropriar-se de um espaço que não tem, - o nada, nada ocupa -, uma visibilidade que não merece, um direito que não tem sabido sabe conquistar.
Abandono nos próximos capítulos, nestas discussões, a prosa ligeira (leia-se brejeira) da mesa do café, mais pura e dura, dotando-a de mais semiótica, mais antropologia sem contudo enveredar pela hermenêutica, também esta, demasiado pura e dura para este espaço.
Obviamente calunias e apelidos desde o reaccionário ao fascista surgiram, não tiram o sono ao Tirano, mas o que escrevo é o que penso sem preocupações do politicamente correcto.
Este é o primeiro capítulo de uma série de dez, de periodicidade diária. JF


publicado por antmarte às 23:04
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Anónimo a 6 de Fevereiro de 2006 às 23:05
Não percam os proximos capitulos. jferrazJorge Ferraz
</a>
(mailto:jferraz@iol.pt)


Comentar post